Sondagem Eleições Legislativas: Janeiro 2019 (Eurosondagem)

A Eurosondagem divulgou a última sondagem para as legislativas 2019. Os resultados apresentam sinais de um PSD em crise e com os portugueses a não rejeitarem a possibilidade do PS ser reeleito com maioria absoluta.

Resultados Globais: PS (31,9%); PSD (19,7%); BE (6%); CDS (5,6%); CDU (5,6%); ALIANÇA (3,2%); PAN (1,5%); OUTROS (6,1%); NS/NR (20,4%). Fonte: Expresso.

Esta sondagem expõe um mínimo histórico para o PSD, que acompanha o resultado mais baixo de Rui Rio desde que chegou à liderança.

O estudo mostra que o PSD caiu dois pontos percentuais em comparação com a última sondagem, conseguiu apenas 24,8% das intenções de voto. Este é o pior resultado do PSD numas eleições legislativas desde que Sá Carneiro em 1976 teve 24,3%.

O novo partido Aliança de Pedro Santa Lopes surpreende logo na primeira sondagem em que participa com 4%. Num ano com três importantes eleições (Europeias, Regionais e Legislativas), se o Aliança mantiver estes resultados, conseguirá eleger um deputado para o Parlamento Europeu.

De acordo com os estudos passados da Eurosondagem, quando Rui Rio chegou à liderança do PSD as intenções de voto estavam nos 26,9%, agora desceram para 24,8%.

Quando perguntado aos portugueses sobre a possibilidade do PS liderar com maioria absoluta, 55,7% não rejeita essa possibilidade, ainda que 30,9% assuma que seria indiferente e apenas 26,8% considerar que a maioria absoluta seria bom para Portugal.

Nesta sondagem o PS registou 40% das intenções de voto e, ainda que os portugueses indiquem aceitar a maioria absoluta, este resultado representa uma queda de 1,8 pontos percentuais em relação ao último estudo.

Bloco de Esquerda, CDS e CDU não sofreram praticamente nenhuma variação nesta sondagem.

O CDS não foi afetado pela chegada do novo partido Aliança e tem 7,1% das intenções de voto. O Bloco de Esquerda recolhe 7,6% e a CDU cerca de 7,1%.

Sondagem de Popularidade: Marcelo lidera, António Costa com taxa de aprovação alta

Apesar da queda das intenções de voto no PS, António Costa mantém uma taxa de aprovação alta de 49,5%. Apenas é ultrapassado pelo líder absoluto Marcelo Rebelo de Sousa que não apresenta sinais de grande desgaste.

No entanto, a popularidade global dos líderes políticos, Assembleia da República e Governo, apresentam todos sinais de quedas, ainda que por vezes ligeiras, face aos resultados da última sondagem.

Fonte: Expresso.

As próximas eleições legislativas realizam-se no dia 6 de outubro. Conheça todos as candidaturas para as legislativas 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.